Top – Os 10 melhores filmes de 2014

10 movies - Capa

Como qualquer cinéfilo que possui um blog faz após um ano, estou aqui para apresentar a minha lista dos melhores filmes do ano passado que eu vi. Ao contrário do que fiz no ano passado, dessa vez farei um ranking com dez ao invés de cinco filmes e, assim como no ano passado, os filmes elegíveis para esse ranking são aqueles que estrearam no Brasil (seja nos cinemas ou em Home Video) em 2014.

Para dar um panorama geral para vocês, sou um cinéfilo universitário e seriador, ou seja, divido meu tempo em ver filmes, estudar e ver séries e 2014 foi um ano cheio pra mim, portanto devo dizer que vi 126 filmes no ano passado, dos quais apenas 39 filmes que são elegíveis para esse ranking. Isso significa que, diante do grande número de filmes que não vi, este top não é definitivo, então qualquer dúvida/sugestão/revolta é só comentar. Vamos aos filmes!

10 – O Grande Hotel Budapeste (The Grand Budapest Hotel) – Direção: Wes Anderson

Com sua estética excêntrica, o filme pode chegar a espantar os espectadores menos ecléticos, mas àqueles que não têm problemas com isso, resta a grande diversão que o filme apresenta. E que diversão! Em um ritmo frenético, quase cartunesco, O Grande Budapeste Hotel mergulha o espectador em uma aventura repleta de criatividade e bom humor que o torna uma das experiências mais agradáveis do ano. Ralph Fiennes constrói seu Gustave de maneira brilhante e deve ser lembrado nas premiações pela atuação.

9 – 12 Anos de Escravidão (12 Years A Slave) – Direção: Steve McQueen

Pesado e cruel, 12 Anos de Escravidão pode não passar de uma mensagem política para alguns (o que não deixa de ser uma visão preconceituosa, já que não vemos muitos filmes com esse tema), mas para mim é muito mais do que esse válido recado. Repleto de momentos que criam um nó na garganta, o filme nunca é fácil ou torna-se fácil de assistir. McQueen o conduz com uma maestria ímpar e retira o melhor de seus atores, dentre os quais o destaque fica para o sempre incrível Fassbender e para Ejiofor, que não havia chamado muito minha atenção até então.

8 – Como Treinar o Seu Dragão 2 (How To Train Your Dragon 2) – Direção: Dean DeBlois

Mesmo sendo um pouco inferior ao fantástico longa original, o filme encontra-se nesse ranking pelo mesmo motivo que aquele se destacava: decisões corajosas em um filme voltado para o público infanto-juvenil. Sem revelar nada específico sobre o filme, foi impossível para mim, e acredito que para boa parte do público, não ficar com os olhos marejados e/ou não compartilhar do sentimento (seja lá qual fosse ele) dos personagens em certos momentos do filme. O visual do filme enche ainda mais os olhos e a relação entre Soluço e Banguela continua tão bela quanto era no anterior.

7 – Sob a Pele (Under the Skin) – Direção: Jonathan Glazer

Pouco claro sobre onde realmente quer chegar, o filme pode tornar-se uma sessão difícil para aquele que querem assistir a um filme para puro entretenimento, porém, para aqueles que possuem sede por filmes interpretativos, Sob a Pele é a escolha correta. Como é uma experiência diferente para cada um diante de sua subjetividade, o máximo que posso fazer é compartilhar um pouco de como foi a minha com vocês. A meu ver, o filme não é só sobre uma alienígena capturando homens para algum objetivo qualquer e sim uma bela reflexão e discussão sobre a aparência e sobre o que está, como diz o seu título, sob a pele. Além disso, possui uma trilha sonora incrível e é dono de algumas das cenas mais visualmente marcantes do ano.

6 – O Lobo de Wall Street (The Wolf Of Wall Street) – Direção: Martin Scorsese

É insano, alucinante, completamente amoral e facilmente um dos mais divertidos de 2014. São 3 horas de duração que nunca chegam a ser sentidas e que, mesmo que decaia em seu terço final nunca chega a decepcionar de fato. Scorsese realça aqui o quão competente é e DiCaprio brilha com sua atuação visceral.

5 – O Lobo Atrás da Porta (O Lobo Atrás da Porta) – Direção: Fernando Coimbra

Esse filme foi uma das pequenas surpresas que tive no ano que se passou, pois mesmo conseguindo assistir ao longa sem grandes expectativas, O Lobo Atrás da Porta revelou-se um dos melhores thrillers do ano passado. Ao contrário de outros filmes onde o suspense encontra-se em não saber o que aconteceu, aqui ele se encontra em o espectador “saber” o que aconteceu e torcer para isso não ser verdade, o que amplia ainda mais a tensão a cada segundo. Leandra Leal surpreende, ao menos a mim, com uma das melhores atuações do Cinema em 2014.

4 – Garota Exemplar (Gone Girl) – Direção: David Fincher

Se a 5ª posição do ranking foi referida como “um dos melhores thrillers do ano passado”, isso se deve ao fato da existência de Garota Exemplar que é “O” melhor thriller de 2014. Fincher constrói minuciosamente cada frame de seu filme com o talento que já esperávamos, criando cenas que tornam-se icônicas desde já, no entanto o nome do filme não é ele e sim a protagonista do mesmo. Rosamund Pike, que já participou de alguns filmes em papeis de menor destaque, agarrou Amy Dunne como uma oportunidade de mostrar tudo o que é capaz e entrega uma atuação irretocável e digna de ser lembrada na temporada de premiações. Não chego ao extremo de dizer que o filme seria ruim sem ela, mas que a sua ausência diminuiria a força dele disso eu tenho certeza.

3 – X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (X-Men: Days of Future Past) – Direção: Bryan Singer

Após o sucesso de Primeira Classe, minhas expectativas para este Dias de um Futuro Esquecido estavam estratosféricas. E não era para menos, afinal estavam se juntando o elenco da trilogia anterior com o do novo exemplar da série e Bryan Singer ainda retornaria à cadeira da direção. O resultado foi este incrível filme que tirou o fôlego e impressionava a cada segundo que se passava. Repleto de cenas marcantes, uma montagem incrível e um clímax arrebatador, sua presença no ranking era nada menos que necessária.

2 – O Congresso Futurista (The Congress) – Direção: Ari Folman

Confesso que adiei bastante o dia em que eu assistiria a esse filme. Adiei tanto que tinha ele em mãos desde agosto e só o assisti no último dia do ano e agora me arrependo de não ter visto essa lindeza o quanto antes. O filme é uma daquelas viagens sensoriais que a mente tem que estar pronta para mergulhar e aproveitar cada coisa que ela oferece, mesmo que nesse meio tempo ele sacrifique alguns aspectos em prol desta viagem. Foi um dos filmes que mais me lembrou o porquê de eu amar tanto o Cinema e é por isso que ele fica com a prata por aqui. A cena do escaneamento é inesquecível.

1 – Ela (Her) – Direção: Spike Jonze

Pouquíssimas vezes algum filme me tocou a ponto me fazer chorar, isso aconteceu apenas três vezes e este filme foi uma delas. Sua trama é tão multifacetada que me surpreende algumas pessoas o acharem raso. Ela é sobre o amor, sobre a falta dele, sobre relacionamentos, sobre solidão, sobre insegurança, sobre a dominação da tecnologia no mundo e sobre várias outras coisas. Mas o importante aqui não é nem o tema do filme e sim a forma como ele passeia sobre cada um deles. É com uma sinceridade tão tocante e uma sensibilidade tão terna que fica impossível não se emocionar com a história, e grande parte disso deve-se à direção incrível de Jonze, à atuação irretocável de Phoenix e, claro, ao trabalho impressionante de Johanson, que consegue marcar apenas com sua voz. Eu poderia ficar falando sobre ele por mais e mais parágrafos, no entanto creio que o melhor a se fazer é assisti-lo e desfrutar de cada pequena coisa que Ela nos proporciona.

Menção honrosa: Boyhood – Da Infância à Juventude.

Chegamos ao fim da minha lista e espero que vocês tenham gostado, ou ao menos tenham garantido uma dica para o próximo filme que verão. Por ora é só, espero vocês para a lista do ano que vem. Até mais!

Links:

Top Filmes 2014

Top Filmes 2013

Top Filmes 2012

Top Filmes 2011

Top Filmes 2010

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s