Review: The Voice 6×25/27 – Live Finale Performances / The Winner Is Announced [Season Finale]

The Voice - Season 6

“Como perder uma temporada”, por Adam Levine.

Apesar de eu não considerar essa como a pior temporada do The Voice (a 4ª ainda me é mais ofensiva), creio que não seja errado afirmar que essa é a temporada das burradas. Acredito também que posso dizer sem dúvida alguma que, mesmo diante de tantas que foram cometidas durante a trajetória do programa, nenhuma delas foi mais significante para este final do que aquela cometida pelo vocalista do Maroon 5 durante o 2º round de battles (etapa que já era um erro por si só). Na ocasião cheguei a dizer o seguinte: “… Adam talvez tenha entregado ao #TeamUsher a vitória dessa edição do programa, e caso isso tenha de fato acontecido, acharei bastante merecido e já estou preparando a pipoca para ver a cara do rocker se isso se concretizar”. Sim, a pipoca estava deliciosa e ver Adam pagando pelo seu erro não teve preço.

Como se isso já não fosse o bastante, Adam errou ainda com a candidata que tinha o título em mãos desde o início da temporada: Christina Grimmie. Qualquer outro técnico teria sabido aproveitar melhor essa vantagem que Grimmie trazia consigo, porém Adam é um coach de extremos e quando não fica numa zona de conforto (How To Love) ele se arrisca (Hide And Seek) fazendo com que os seus candidatos sejam frequentemente acusados de não terem uma identidade ou que não consigam dar conta de cada desafio que lhes é apresentado. Grimmie entra nesse segundo caso, pois a garota não conseguiu aproveitar o que lhe foi dado, se mostrou uma vocalista limitada e sucumbiu assim que um primeiro desafio foi proposto, e isso resultou em um final precoce para ela, que nem conseguiu um top 2.

Mas antes de falar mais sobre o resultado, irei abordar as apresentações (dignas, vejam só!) dessa final mantendo a mesma dinâmica na sequência dos comentários, com a cor verde ressaltando as músicas novas, a cor azul representando os duetos e a cor vermelha apontando as reprises.

Christina GrimmieWrecking Ball (Miley Cyrus)

Ainda que reconheça a qualidade de sua blind audition, não sou um grande fã do que foi feito lá e confesso que estava esperando rever algo como “Hold On, We’re Going Home” aqui, ou até mesmo sua battle combada de “I Knew You Were Trouble” e fiquei um tanto decepcionado com essa escolha do público. A performance em si não mudou muito esse meu ponto de vista, pois mesmo mantendo o nível do que foi apresentando no início da temporada, Grimmie não conseguiu mostrar qualquer evolução significante, ainda que tenha apresentado certa melhora quanto à presença de palco.

Nota: 8,0 (estou sendo bonzinho porque queria dar 7,5 devido à decepção U_U)

Christina Grimmie & Adam LevineSomebody That I Used To Know (Gotye ft. Kimbra)

Dueto? Isso é um dueto? Desarmônico assim? Não foi Adam sendo backing vocal de Grimmie? Ironias a parte, o fato é que se essa performance tivesse sido apenas da youtube star talvez teria sido uma das melhores da noite, porém o menino Adam estava lá sofrendo para interpreta corretamente a canção, o que diminuiu um pouco o resultado final da apresentação.

Nota: 8,0

Christina GrimmieCan’t Help Falling In Love (Elvis Presley)

Houve alguns momentos que a estridência da voz dela incomodou um pouco, admito, contudo acho que poucas vezes vi essa garota tão conectada com uma canção quanto dessa vez. Pontuo ainda que fico feliz ao vê-la saindo de sua “zona de conforto” e cantando uma música pré-2010, pra variar (e digo isso ciente de que ela gritou cantou Apologize no bottom da semana passada).

Nota: 9,0

Shakira feat. Blake Shelton Medicine

Shakira > Blake. Próximo!

Jake WorthingtonDon’t Close Your Eyes (Keith Whitley)

Não que a blind audition dele tenha sido lá aquela coisa toda, mas só eu achei que ele conseguiu ser inferior aqui? Enquanto em sua audição ele cantava a música com certa visceralidade, aqui ele deixou a técnica falar mais alto e teve uma performance que ressalta mais a sua fase sem sal durante 90% dos lives do que remete o Jake das battles e da blind.

Nota: 7,0

Jake WorthingtonRight Here Waiting (Richard Marx)

Essae foi a melhor performance de Jake Worthington no reality, e esse elogio, infelizmente, não significa muito. Ainda que sua Right Here Waiting tenha sido uma evolução considerável do que ele vinha mostrando até então, o cantor encerra a competição sem de fato ter entregado um momento memorável a quando o assunto é qualidade. Uma pena!

Nota: 8,5

Jake Worthington & Blake SheltonA Country Boy Can Survive (Hank Williams)

Como achei o dueto bem mediano, não vou ficar me prolongando e digo o seguinte: quem gosta de country deve ter curtido, quem não gosta deve ter sentido um soninho.

Nota: 7,5

Usher & Adam LevineUntitled (How Does It Feel) [D’Angelo]

Ouvi gente dizendo que foi sexy, mas usei o tempo dessa apresentação para lavar as louças, então não sei. De qualquer forma, acho que se tivesse parado para vê-la, “sexy” seria a última coisa que passaria pela minha mente ao falar dessa performance.

Josh Kaufman & UsherEvery Breath You Take (The Police)

Devo iniciar meu comentário desse dueto falando que não há ser humano nesse mundo que me faça deixar de ouvir o trecho “I’ll be watching you” como “Olha o guaxinim”, também devo dizer que essa escolha não me agradou e eu jurava que estava prestes a ver um desastre. Felizmente não foi isso o que ocorreu e esse foi o dueto mais harmônico, o mais bem sucedido e o mais tecnicamente impecável da noite. Já era o primeiro sinal de Josh se agarrando ao título de “The Voice” com unhas e dentes.

Nota: 8,5

Josh KaufmanSigned, Sealed, Delivered I’m Yours (Stevie Wonder)

Josh teve tantos momentos incríveis que eu não sabia qual deles eu queria ver “reprisado”, mas Signed, Sealed, Delivered I’m Yours era certamente uma das opções que estava no top da minha lista, e a apresentação deixou bem claro o porquê de esta ter sido a melhor escolha dos repeats da noite. Relembrando Adam de sua burrada e remetendo ao momento que entrou para o #TeamUsher, Josh conseguiu o feito de fazer um trabalho superior à sua já impecável performance durante a batalha ao imprimir ainda mais energia e entrega em sua interpretação, deixando claro não só sua evolução como candidato como também nos convencendo de que se alguém merecia vencer esse programa, esse alguém era ele.

Nota: 9,5

Josh KaufmanSet Fire To The Rain (Adele)

Vocês não tem ideia do quanto eu ri ao saber que iriam “encerrar” a temporada com um #AdeleCard. Isso é errado! Muito errado! E mais errado ainda quando é um #AdeleCard usado pelo melhor vocalista da temporada! Falando da apresentação em si, foi “menos pior” do que eu imaginava que seria, mas ainda assim foi fraco e facilmente o pior trabalho que Josh fez até hoje (o que é um elogio, se comparado ao pior dos outros concorrentes).

Nota: 7,5

Sendo assim a noite da final termina com um saldo relutantemente acima da média, e os rankings (da noite e geral) ficam assim (com a posição do iTunes entre parênteses):

Duetos:

Josh – 8,5 (#11)
Christina – 8,0 (#8)
Jake – 7,5 (#7)

Reprises:

Josh – 9,5 (#16)
Christina – 8,0 (#42)
Jake – 7,0 (#9)

Novas:

Christina – 9,0 (#3)
Jake – 8,5 (#6)
Josh – 7,5 (?)

GERAL:
Josh – 76,5
Christina – 70,0
Jake – 61,0

Mesmo sabendo que Josh foi o melhor da noite e sendo aquele com o melhor histórico, ele ficou em “último” lugar no iTunes por alguns motivos desconhecidos  e por uma falha com a música “Set Fire To the Rain” (que foi colocada como álbum ao invés de música), o que me fez pensar que a vitória iria injustamente para um dos outros dois e eu já estava esperando o desastre que viria para coroar esta problemática temporada. Em resumo, ao fim da noite de performances, eu estava assim:

THE WINNER IS ANNOUNCED

Eis que finalmente chega o dia do anúncio sobre quem sairá vitorioso dessa temporada do programa e ele já veio com uma notícia maravilhosa: os votos do iTunes não influenciariam o resultado do programa. Após tantas decisões erradas e ruins, meus olhos ficaram até marejados com uma decisão justa e correta. Claro que ainda havia a possibilidade de o público cometer uma injustiça qualquer com o resultado, mas foi interessante perceber que a produção se redimiu um pouco após tantas decisões questionáveis.

Como sempre, a final foi um show repleto de encheção de linguiça performances musicais para nos entreter até a hora do fatídico anúncio. Como não quero me demorar, farei comentários sobre todas as performances no melhor estilo tweet de ser.

OneRepublic Love Runs Out

Foi uma performance melhor que a do Josh.

Jake, Kristen, Kat, Audra, Morgan & Ryan Summertime (Kenny Chesney)

Você sabe que há algo errado quando percebe que todos foram melhor que o finalista…

Ed Sheeran & Christina GrimmieAll Of the Stars

O tempo passava e eu só queria ouvir mais de Sheeran e menos de Grimmie.

Delvin, Patrick, Morgan, Jake & Stevie JoShe’s Gone (Daryl Hall & John Oates)

Sono!

Justin MooreLettin’ the Night Roll

Quem é Justin Moore, gente?

Josh, Sisaundra, Stevie Jo & T.J.Am I Wrong? (Nico & Vinz)

Gostei da música, da performance nem tanto. Saudades de Sisaundra!

Ed SheeranSing

Não gosto dessa música e essa apresentação não mudou nada no meu conceito.

Jake Worthington & AlabamaMountain Music

Jake & Blake 2.0

Dani, Deja, Madilyn, Melissa & TessUmbrella (Rihanna)

Melhor apresentação em grupo da noite.

Josh Kaufman & Robin ThickeGet Her Back

Foi legal, mas eu tinha até esquecido que esse dueto tinha acontecido.

Tim McGrawCity Lights

CHEGA DE COUNTRY NESSE PROGRAMA! TÔ TENDO OVERDOSE AQUI, CARAMBA!

Christina, Bria, Jake & TessTeam (Lorde)

Seria tão bom se o Jake não tivesse aqui 😦

ColdplayA Sky Full Of Stars

Cada vez mais pop, cada vez menos Coldplay #mamilos.

Encerrando a sessão de comentários miojo, chegou a hora de saber quem seria o terceiro lugar dessa temporada, eu já estava ficando conformado com o fato de ver Grimmie vencendo com Josh em segundo e Jake em terceiro até que Carson disse que a medalha de bronze era de Grimmi3 (-q). O QUÊ? A candidata mais pimpada e valorizada pela edição ficou em 3º lugar? Quer dizer que além de perder seu melhor candidato para outro time, Adam não conseguiu aproveitar a popularidade da garota? Só não fiquei mais feliz porque Jake ainda poderia se consagrar como vencedor.

Quando chegou a hora de anunciar o vencedor, eu já estava em posição fetal e evitando olhar para a tela (como se estivesse vendo um filme bastante aterrorizante) até que da boca de Carson saiu o nome que eu estava torcendo para sair: JOSH KAUFMAN! Como que a 2ª pior temporada saiu com o 2º melhor campeão? Não faço ideia! Mas agradeço a todos que votaram, a todos que fizeram suas macumbas e ao carinha que errou ao colocar a música de Josh como “álbum” no iTunes, pois sem essas pessoas, esse momento justo e reconfortante não seria possível! Espero que na próxima temporada os coaches valorizem mais os seus steals e pensem um tantinho mais antes de tomar qualquer decisão como este imenso equívoco de Adam.

Tivemos sérios problemas durante a trajetória, é verdade (a mudança dos knockouts para o 2º round de battles e a escolha de um casting sem brilho foram os mais marcantes para mim), contudo, ao contrabalancear com algumas performances que remetem ao melhor que o reality pode oferecer e somando isso ao seu resultado surpreendentemente justo, vejo que essa temporada consegue encerrar com um saldo razoavelmente positivo -e significantemente melhor do que a season 4-, além de aumentar um pouco (só um POUCO) minha confiança com o público estadunidense.

Assim como chegou o fim da temporada, chegaram ao fim minhas reviews e espero que vocês tenham curtido cada uma delas da mesma forma que curti e espero que retornem para ler as reviews na próxima temporada, que espero que seja bem melhor do que essa foi.

Observações:
– Ignorei o recap inútil porque sim;
– O Confessional foi bem ruim, né?;
– Achei legalzinho a edição falando sobre cada um dos coaches;
– Como foi bom ver que nem Adam nem Blake venceram essa temporada! E não é nem porque Josh merecia e sim porque tenho TOC e não gosto de ver gente monopolizando as vitórias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s