Filmes que vi no mês – Janeiro (2014)

Filmes que vi em janeiro

A coluna “filmes que vi” está de volta repaginada e com uma abordagem menos padrão, pois em vez de fazer uma avaliação de cada filme por vez e colocar a nota no final de cada uma delas, agora será realizado um “mini Oscar” com todos os filmes que eu vi no mês, sempre com comentários para as categorias mais “importantes” como Filme, Ator, Atriz, Ator e Atriz Coadj., Roteiro e Direção, tendo ocasionalmente uma comentário a mais sobre uma categoria além dessas. Caso não tenha entendido ainda, creio que na entenderá melhor na prática.

Neste mês vi 12 filmes, são eles (em ordem alfabética): Adeus, Lênin!; Blue Jasmine; Caça Aos Gangsteres; Crash: Estranhos Prazeres; Duro de Matar 4.0; Gravidade; Harry Potter e o Enigma do Príncipe; O Homem do Futuro; O Palhaço; Para Roma Com Amor; Rush: No Limite da Emoção; O Som Ao Redor. Vamos às categorias.

MELHORES EFEITOS VISUAIS – Gravidade

Mesmo não sendo uma das categorias “oficiais” da coluna, os efeitos visuais desse filme atingem níveis tão altos de qualidade que é impossível não destaca-los. Criando o espaço de forma impecável, são raros os momentos em que paramos para pensar que 90% do que estamos vendo é feito pelo computador, e quando lembramos apenas admiramos ainda mais a perfeição deste trabalho.

MELHOR TRILHA SONORA – Harry Potter e o Enigma do Príncipe

Após ter feito um trabalho pouco inspirado em “A Ordem da Fênix”, o compositor Nicholas Hooper fez aquela que considero a 2ª melhor trilha sonora da série Harry Potter (ficando atrás apenas daquela feita por John Willians em “O Prisioneiro de Azkaban”). De forma bastante sutil, Hooper evoca com sucesso o clima sombrio e urgente que o filme exige, nos envolvendo ainda mais naquela atmosfera presente em toda a película.

MELHOR FOTOGRAFIA – Harry Potter e o Enigma do Príncipe

Ressaltando o que foi evocado pela trilha de Hooper, a fotografia sofisticada de Bruno Delbonnel consegue mesclar o clima sombrio do filme com as imagens mais belas que temos de Hogwarts. Não merecia perder aquele Oscar para Avatar.

MELHOR ROTEIRO – O Som Ao Redor (por Kleber Mendonça Filho)

Foi difícil escolher aquele que considero o melhor roteiro dentre esses 12 filme, e mesmo que O Palhaço e Adeus, Lênin! tenham ótimos roteiros, aquele construído pro Mendonça Filho se destaca por conseguir extrair Cinema de qualidade de uma coisa tão comum quanto o dia-a-dia.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE Katrin Saß (Adeus, Lênin!)

Disputando essa vaga acirradamente com Sally Hawkins (Blue Jasmine), Katrin ganha por um fato mais emocional do que racional, pois embora seja claro que o trabalho dela é ótimo por si só, o que me fez coloca-la nesse destaque ao invés de Hawkins foi sua personagem, afinal quem não amolece o coração com uma mãe que transparece amar tanto sua família?

MELHOR ATOR COADJUVANTE – Daniel Brühl (Rush: No Limite da Emoção)

Apesar de termos outros ótimos candidatos a este “prêmio”, foi bastante fácil escolher Brühl como o melhor coadjuvante deste mês. Sua interpretação de Niki Lauda é digna de prêmios, pois o ator, ao invés de se limitar a imitar traços do ex-piloto, entrega uma atuação visceral que rouba toda a atenção que colocamos naquele filme. Uma pena ter sido esnobado pelo Oscar desse ano.

MELHOR ATRIZ – Cate Blanchett (Blue Jasmine)

Apesar de ser um filme de Allen, o que fica em nossa mente após o filme é “apenas” o nome de Blanchett. A atriz domina cada frame do filme se entregando à sua personagem de forma completa, tão completa que o que estamos vendo em cena não é Blanchett interpretando muito bem uma personagem (pra dizer o mínimo), mas sim Jasmine.

MELHOR ATOR – Wagner Moura (O Homem do Futuro)

Achei esse mês um tanto fraco para atuações masculinas aqui e por mais que Spader seja digno de nota por Crash e que Brühl esteja competente em Adeus, Lênin!, eu seria injusto em não considerar o trabalho de Moura em O Homem do Futuro. Interpretando “três” personagens no filme, o ator demonstra que é um dos mais completos da safra atual no nosso país e que ainda tem muito a oferecer ao público.

MELHOR DIREÇÃO – Alfonso Cuáron (Gravidade)

Eu queria dividir este “prêmio” entre ele e Selton Mello (O Palhaço), mas tive que tomar uma decisão e optei por deixar apenas Cuáron pelo simples fato de que vemos a marca dele em cada minuto do filme. O que alguns podem chamar de “mão pesada” eu prefiro chamar de “segurança” com o trabalho que está fazendo, pois é incrível ver que quase todas as decisões tomadas por Cuáron revelam-se acertadas e tornam Gravidade uma ótima experiência.

MELHOR FILME – Gravidade

Acho que já estava óbvia essa vitória pelos comentários da categoria acima, mas permitam-me repetir: Gravidade é uma ótima experiência. E não só uma experiência visual como certas pessoas costumam falar por aí, mas é uma montanha-russa emocional também. Acompanhar a luta de Dra. Stone pela vida é algo tenso, belo e, em certos momentos, “filosófico”. Com certeza um dos melhores filmes que eu já vi.

Vejam abaixo as notas de cada filme, na ordem que eu os assisti:

001 – Harry Potter e o Enigma do Príncipe – 7,0
002 – O Homem do Futuro – 8,0
003 – Caça Aos Gângsteres – 3,0
004 – O Palhaço – 8,0
005 – Rush: No Limite da Emoção – 8,5
006 – Crash: Estranhos Prazeres – 4,0
007 – Para Roma Com Amor – 6,5
008 – O Som Ao Redor – 8,0
009 – Gravidade – 9,5
010 – Duro de matar 4.0 – 1,0
011 – Adeus, Lênin! – 8,0
012 – Blue Jasmine – 8,0

O mês de janeiro termina com Gravidade levando 3 prêmios, Harry Potter e o Enigma do Príncipe com 2 e O Som Ao Redor; Adeus, Lênin!; O Homem do Futuro e Blue Jasmine com um. Espero que tenham gostado desse novo formato da coluna e que comentem o que fariam caso vocês decidissem quais filmes ganhariam as categorias citadas. Espero que retornem para ver o que vai acontecer com o mês de fevereiro. Até lá!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s