Filmes que vi na semana (10/06 à 16/06)

Um excelente filme de um diretor consagrado e um ótimo exemplar de um diretor “iniciante”.

Demorar quase um ano para ver Meia-Noite Em Paris já é vergonhoso para qualquer cinéfilo que se preze, quanto mais para um cinéfilo fã de Allen. E Depois de esperar esse tempo todo (nem sei porque, já que poderia ver o filme desde novembro do ano passado) vi essa maravilhosa obra de Allen.

Para quem já conhece a carreira do diretor, é impossível não comparar esse filme com A Rosa Púrpura do Cairo, principalmente pelo fato de Allen aplicar uma realidade alternativa nos dois filmes. Mas se lá o recurso era usado para mostrar o amor de um cinéfilo ao Cinema, aqui é usado para mostrar a idolatria ao passado e Allen dirige os dois brilhantemente. É quase impossível não ficar com um sorriso de orelha a orelha durante todo o filme, com os olhos brilhando devido a fascinação que o filme desperta…. É simplesmente encantador!!! Mas o filme tem algumas falhas, como a “moral” forçada e algumas piadas que não funcionam, mas a magia presente em todo o filme torna essas falhas quase insignificantes.

Owen é o que melhor representou Allen até hoje (exceção feita ao próprio Allen), quiçá é a melhor atuação de sua carreira. E o restante do elenco não fica atrás, os atores que interpretam os ídolos de Gil (Wilson) estão ótimos, com destaque para Cotillard, embora no presente os atores estejam bem, seus personagens são irritantes, mas é completamente compreensível, devido ao fato de Allen querer nos mostra o desgosto com o presente.

Embora a qualidade do trabalho de Allen tenha decaído de forma significante depois da virada do século (mesmo com alguns bons exemplares, como Vicky Cristna Barcelona e Tudo Pode Dar Certo), é ótimo ver que ele ainda tem muito o que mostrar. Espero que Allen e Paris ainda se encontrem mais vezes. Paris…. Ah, Paris!!!

Avaliação: 9,5/10

Confesso que fui assistir ao filme A Vida dos Outros sem saber absolutamente nada sobre o filme, e quando digo nada é isso mesmo, pois não sabia que era alemão, que era o primeiro longa-metragem de um diretor e que havia ganho o Oscar de Melhor Filme de Língua Estrangeira. Então tive uma grata surpresa ao vê-lo.

Como disse anteriormente, é o primeiro longa-metragem de Donnersmarck e é ótimo ver que ele começou com um trabalho de qualidade como esse. Ele dirige o filme muito bem, sempre variando ao criar um clima para o filme, seja sufocante, conspiratório, romântico… Enfim! Seja qual for o clima, Donnersmarck o faz de maneira intensa, e essa é a maior qualidade do filme.

Com atores bastante competentes, os destaques ficam com Gedeck e Mühe, pois os dois estão ótimo aqui, Gedeck com uma ótima personagem e Mühe com o personagem mais marcante do filme, e nas cenas em que há diálogos entre eles o filme cresce exponencialmente; Koch também vive um dramaturgo que quer combater a censura no país com a sua arte, e também merece atenção.

Para quem já tinha visto Adeus, Lênin, fica difícil evitar fazer um paralelo entre os dois, pois ambos falam do mesmo tema e, embora embora o tratem de formas diferentes, são bem sucedidos da mesma forma. E embora sejam bem sucedidos, os dois tem seus erros, se Adeus Lênin peca por falta de algo, A Vida dos Outros peca por ter algo em demasia, a frieza. Sim, pois apesar dos personagens serem bastante críveis, Donnersmarck os trata com certa frieza, tanto que quando ele tenta mudar isso (mais precisamente, quando a espionagem vira “voyeurismo”), soa um tanto maniqueísta e isso acaba diminuindo a qualidade da película.

Podendo encurtar um pouco o seu final, o filme termina com um saldo positivo e merece ser apreciado. Ah, se o diretor tivesse mantido a qualidade desse trabalho…

Avaliação: 7,5/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s