Filmes que vi na semana (20/05 à 26/05)

3 filmes e apenas uma experiência realmente significante.

Bobo, fútil, bastante previsível, sem nenhuma originalidade, mas Noivas Em Guerra me divertiu durante em seus quase 90 minutos de duração.

Uma das coisas (ou a única) que faz o filme funcionar é o carisma das protagonistas, pois se ao menos uma delas não fosse carismática, o filme seria mais fraco do que ele já é, ainda bem que acertaram na escolha das atrizes. Kate Hudson e Anne Hathaway parecem estar se divertindo durante as cenas, e isso foi o que me fez gostar do filme, juntamente com sua curta duração.

Um comentário pequeno e superficial (assim como o filme), uma nota mais alta do que o filme merecia receber, e não o recomendaria à muitas pessoas.

Avaliação: 6,5/10

Coração de Tinta tinha um ótimo material original, e poderia ser um ótimo filme, mas, por alguns motivos, ele não é.

O principal deles é a direção, que não ousa em momento algum, não tenta sair do lugar comum, e ao tentar criar um clima grandioso, deixa o filme arrastado demais, fora a direção dos atores, que foi muito incompetente. O roteiro também não ajuda, é bastante superficial e nunca tenta aprofundar os personagens, além de ser uma fraca adaptação. O elenco é um fator meio nulo, não ajudou e nem atrapalhou.

Não faz jus a obra na qual foi baseada e também não serve como Cinema. Passe longe.

Avaliação: 3,5/10

Muitas sequências não conseguem chegar aos pés da obra original, poucas conseguem manter-se no mesmo nível e são raras aquelas que são superiores. Felizmente, O Poderoso Chefão: Parte II faz parte desse último grupo.

Se quando comentei o 1º filme da trilogia (como você pode ver aqui) reclamei de uma certa frieza que ele carregava, aqui isso é quase inexistente. A trama ganha mais profundidade, fica mais densa e consegue aproximar ainda mais o espectador dos personagens. E é justamente por isso que ele é superior ao primeiro.

Quase todos os elogios que fiz à 1ª parte permanecem aqui e se intensificam nesta sequência, a direção de Coppola é um tanto melhor que a anterior, o elenco continua espetacular (De Niro e Pacino merecem o devido destaque), idem para a trilha sonora, direção de arte, figurino… Enfim, como basicamente tudo no filme é incrível, não há nem muita coisa a falar que já não tenha sido dito.

Além de ser a única experiência satisfatória que tive na semana, é também uma das melhores que tive em toda a minha vida. Só não ganha nota 10 por motivos bobos (bobos mesmo), mas nem por isso deixo de recomendar a todos.

Avaliação: 9,5/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s