Review: The Vampire Diaries 3×21 – Before Sunset

To a Klaus-free life, […] Cheers!

Apesar do episódio ter ficado um tanto aquém das minhas expectativas, fiquei satisfeito com o que vi. O ritmo frenético (ok, nem tão frenético assim) do episódio ajudou muito, mas não empolgou como os penúltimos episódios das temporadas anteriores.

Estranhei o episódio ter começado tão calmamente, aquela conversa entre Rebekah e Caroline foi bem legal e mostrou que pelo menos as personagens não se odeiam tanto assim, fora que achei bem legal ver as minhas personagens preferidas terem uma conversa civilizada, pra variar. Mas na cena seguinte a ação já começou, quando BadAlaric Original pegou Rebekah pensei que ela morreria, mas eis que aparece Caroline e o impede de matá-la, fora ela meio que se “sacrificou” para ajudar Rebekah a fugir, e pelo olhar dela, sinto que ela está em dívida com Caroline, e acho que isso deve ser aproveitado futuramente na série. Toda essa sequência foi ótima e muito tensa, principalmente por ter as minhas personagens preferidas envolvidas.

A partir daí o episódio teve menos ação, mas não ficou menos interessante. Tanto que o contraste do início do episódio com a cena posterior (os irmãos BorinGilbert pintando uma parede) é enorme.

A primeira parte do episódio focou basicamente na formação de um plano para derrotar BadAlaric Original e salvar Caroline e Elena que, em uma atitude que mostra o quanto a personagem é inteligente, se entregou esperando que o mais novo Original libersse Caroline e a usasse como refém. E durante esse tempo tiveram algumas cenas que merecem algum destaque, como aquela em que Klaus tenta convencer os Salvatore a deixá-lo entrar na casa dos Gilbert, que foi uma sequência bastante divertida; já a parte onde Alaric mantém Caroline e Elena como refém foram um tanto repetitivas e chatas.

Até que eles (lê-se, Bonnie) têm uma ideia, a de Bonnie tentar ressecar Alaric, assim como sua mãe fez com Mikael, e para isso eles pedem a ajuda de Abby (que eu jurava que nunca mais apareceria na série) que diz que o feitiço exige que ela vá a lugares sombrios e todo aquele blá blá blá, indo direto ao ponto, para o feitiço funcionar, Bonnie precisava parar o coração de Alaric e de um humano simultaneamente. Pensei que pegariam um coadjuvante qualquer e o forçariam a se oferecer como tributo, mas foi Jeremy o escolhido (\o/), mas como ele tinha o anel, voltaria a vida em pouco tempo (:/). E para obter contato com o coração de Alaric (sim, porque o feitiço não funciona via bluetooth), Bonnie teve a ajuda dos Salvatore e de Klaus para tentar fazer a ligação. A partir desses momentos, o episódio começa a melhorar, e muito.

Mas como todos os planos em Mystic Falls, esse também não deu certo, e nenhum dos 3 conseguiu manter contato com o coração de Alaric tempo suficiente para o feitiço se completar, e Klaus quase perdia a sua vida (?) até que Elena (em uma velocidade de raciocínio espantosa para os padrões da personagem) descobre que Alaric só permanece vivo (??) se ela também estiver, então a solução que ela achou foi pegar um objeto cortante e ameaçar tirar a sua vida (não façam isso em casa) e isso acabou a salvando de Alaric, mas não a salvou de Klaus, que tentou drená-la completamente.

E tudo virou de ponta-cabeça, e o plano agora era impedir que Klaus deixasse Elena mais pálida do que a garota já é, e o primeiro a ajudar a garota é Tyler, que estava no dilema de revelar que tinha quebrado sua ligação com o seu criador e salvar uma amiga (ou seja, ZZZZZZZZZZZZ), e ele falha, mas chegam os meninos superpoderosos e salvam a mocinha de Klaus, e acabam usando o feitiço, que visava Alaric, em Klaus. A cena foi um tanto longa, e mostrou uma troca de olhares bastante “interessante” entre Klaus e Stefan, o que aquilo queria dizer? Não gostei muito dessa solução, e preferia que o tivessem matado, e de bônus Tyler iria junto, mas os produtores, provavelmente, não queriam chatear os fãs do casal Caroline e Tyler (:/).

Dentre as outras coisas que me chamaram a atenção, fiquei imaginando se Klaus disse a verdade sobre os vampiros que conhecemos descenderem dele, acho que não é verdade, aliás, prefiro que não seja verdade e que qualquer um dos outros 3 seja o Original do qual eles descendem. E Bonnie, o que acontecerá com a nossa isqueiro boca torta? Será que um lado evil a predominará? Ou ela perderá os poderes igual a mãe? Será que ela será punida por parar o coração de um humano? São tantas teorias que formei que se publicasse todas, teria que ser artigo anexo a essa review, e acho que só saberei se alguma delas estava correta na próxima temporada.

A partir desse momento o episódio ganhou um ar de “estamos” livre de Klaus, e que combina bem com o que sentimos, afinal o personagem meteu o pé no freio e não deixou a série avançar muito e isso diminuiu bastante a qualidade da série. Pode até parecer mentira, mas desde que usaram o feitiço em Klaus, eu só estava esperando alguém cair no chão, e Elena fez isso, mas o que a fez cair? A drenagem de sangue? Aquela bebida era muito forte (ou ela era fraca?)? Ela não teria comido muito no dia? A tinta não era Lukscolor?

É com esse cliffhanger um tanto quanto fraco para o final de temporada que somos guiados para a Season Finale, que pelo jeito focará na escolha de Elena, o que me faz pensar que dificilmente a série seguirá com o alto padrão de Season Finale, mas só saberemos disso no próximo episódio, até lá é expectativa atrás de expectativa.

PS: Se ninguém morrer a Season Finale não será boa;
PS.2: O último PS é brinks

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s