Review: The Big Bang Theory 5×22 – The Stag Convergence

Mais um episódio irregular na história da série.

Apesar da irregularidede, ao contrário da grande maioria desses episódios, onde os erros e acertos estavam “distribuídos” de forma aleatória durante o episódio, aqui percebemos claramente que a 1ª metade é muito mais fraca do que a 2ª metade. A sequência que deu início ao episódio foi bastante tosca, a piada sobre o líquen foi tão tosca, tão ruim, tão nonsense que eu tive uma crise de riso, como alguém pensa em algo tão ruim quanto aquilo? Agora, falando sério, foi uma cena longa demais e extremamente sem criatividade. Mas desde quando apareceu a Amy (\o/) o episódio subiu de nível, as piadas começaram a ficaram menos forçadas e os atores encontraram o timing correto.

Durante a despedida de solteiro algumas piadas soaram um pouco forçadas inicialmente, como a das strippers e a de Stuart estar precisando de alguma grana. Mas com a continuação dessa festa elas foram melhor aproveitadas, como a cena em que Barry “discursa” sobre o fato de ser uma despedida de solteiro e não ter strippers, e a de Stuart pegando discretamente a nota de 1 dólar da mesa. Ainda sobre o discurso, ainda tivemos uma piada fraca, que foi a de Leonard e sua experiência perigosíssima no mar, mas Sheldon bêbado foi hilário, e todas as situações que Raj expôs em seu discurso foram engraçadas, ainda que um tanto apelativas.

Quanto ao núcleo feminino de TBBT, elas não decepcionaram em momento algum, pelo contrário, sempre estavam no timing e quando a piada era ruim elas a tornavam mais aceitáveis. E algumas das melhores partes do episódio ficaram por conta delas, como na hora em que Amy está gravando o vídeo e diz: “Estamos aqui, com essa mulher linda e radiante e sua amiga que está prestes a casar”, previsível, mas hilário.

A série me surpreendeu levemente nessa semana, pois quando vi que Will Wheaton estava gravando um vídeo, pensei que este vídeo só seria mencionado no final do episódio com Raj e Leonard tirando um sarro de Howard, mas eis que isso é usado para abalar momentaneamente a relação entre Howard e Bernadette logo na cena seguinte. E o clima entre Raj, Howard e Bernadette naquele carro não poderia ser mais tenso, depois de tudo aquilo que ela havia acabado de descobrir, somado ao fato de estar bastante próximo ao seu casamento fazem com que compreendamos o porquê de sua raiva. E quando Bernadette está com raiva é só espera para ver momentos hilários, e aqui vimos ela descontando sua raiva nos outros dois com um bom timing dos 3 atores, para mim, foi a melhor cena do episódio.

A resolução dessa trama do casal também foi muito boa e precedida por momentos bastantes inspirados ([..] Os sinais estava lá, você que não quis ver – Penny para Bernadette), foi bastante fofo também, capaz de fazer aquelas pessoas mais emotivas vomitarem algumas 4 cores, mas não todo o arco-íris. A cena que encerra o episódio foi boa, mas um tanto deslocada, acho que poderia ter terminado sem ela.

Com um episódio legal, TBBT caminha para o fim de uma temporada bastante irregular. Espero que eles aprendam com os erros que cometeram ao longo dessa temporada e que nos tragam dois ótimos episódios, e concluam a temporada com excelência.

PS: Ainda estou rindo da piada horrível sobre o Líquen
PS.2.: Que saudades, Amy!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s