Review: The Big Bang Theory 5×21 – The Hawking Excitation

Com uma participação especialíssima, The Big Bang Theory mostra um episódio bastante superior aos anteriores.

Quem não queria ver o Sheldon passando por poucas e boas? Por mais que muita gente goste do personagem, é inevitável pensar que ele merecia passar por alguns “castigos”, e nesse episódio isso foi mostrado e de forma bastante satisfatória.

A maior fraqueza do episódio foi sua obviedade, mas nesse caso, felizmente, não atrapalhou muito, pois ao contrário do que foi visto no último episódio, os atores estavam muito bem e foram complementados por ótimas direção e edição. E falando em edição, repararam como esse episódio foi mais curto que o normal, nem chegou a completar 19m.

É bem raro ver Howard ganhar algum foco, então foi uma grata surpresa vê-lo “protagonizando” esse episódio. Simon Helberg raramente me desaponta, seu personagem sempre é deixado de lado, mas quando ganha um pouco de espaço sempre vem com ótimas piadas e Simon sabe como elevar a comicidade da situação. E nesse episódio não foi diferente, ele teve vários momentos inspirados e até quando não tinha ele nos fazia rir, ponto para o ator que está crescendo a cada episódio.

Já Jim Parsons está deixando o seu personagem muito afetado, ele está quase virando uma caricatura, e em alguns momentos quase não lembra aquele Sheldon das temporadas passadas. Espero que o ator se contenha um pouco mais e deixe de lado esse Sheldon mais afetado e volte a fazer aquele mais natural. Nesse episódio vimos os dois, no início do episódio, quando ele soube que Howard estava trabalhando para Hawking, vimos o Sheldon mais afetado e forçado (embora ainda teve algumas boas frases, como a conversa entre ele e Howard no laboratório -?-). E no restante do episódio ele foi o “outro” Sheldon, que teve ótimos momentos, dos quais destaco ele vestido de empregada, seu encontro com a mãe de Howard, seu encontro com Hawking e sua conversa com Penny.

Leonard e Raj foram quase nulos no episódios, mas os dois tiveram bons momentos. Bernadette e Penny apareceram em apenas uma cena cada uma, mas as duas tiveram ótimas piadas (principalmente Bernadette). E sobre a participação especialíssima de Hawking no episódio, devo dizer que toda a sequência entre ele e Sheldon foi bastante divertida, e só pela participação de Hawking, esse episódio deve ficar na cabeça da maioria dos fãs da série.

Com um episódio focado em apenas um grande arco (coisa que a série deveria fazer mais vezes), vimos TBBT retornando a um ótimo nível, um nível que a série tem que manter nesse final de temporada.

PS: Saudades de Amy

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s